As Mesadas da CBF

Por que o Movimento Futebol Limpo pede o fim das Federações Estaduais de Futebol? Por que o próprio Zico pediu o fim dessas federações no último dia 03/03?

ijijij

Vamos tentar mostrar com números o mal que essas federações fazem ao nosso futebol.

Primeiramente, vamos fazer uma introdução mostrando como é o modelo de “negócios” da CBF com suas federações regionais. Existem 27 Federações Estaduais, e cada time é ligado a uma dessas Federações. Assim o time que joga pela Federação do Amapá, por exemplo, deve disputar o campeonato Amapaense e estar sujeito as disposições, normas e regulamentos da Federação Amapaense de Futebol.

Para manter esse modelo de forma satisfatória, isto é, com o único intuito de se manter no poder pelo máximo de tempo, a CBF faz um repasse para cada uma dessas Federações. Em 2010 esse repasse era de 20 mil reais mensais, em 2012 passou pra 30 mil, em 2014 foi para 50 mil reais mensais. No final de 2015, como forma de pressão para votar a favor do Coronel Nunes para novo presidente da CBF, esta aumentou o repasse para as Federações Estaduais para 75 mil reais mensais. A essa “mesada” a CBF chama de Repasse Fixo. Além dessa verba mensal, as federações estaduais ainda podem pedir um repasse extra em caso de alguma obra ou projeto emergencial, o que eles chamam de Repasse Variável. E ainda em 2014, o ex presidente da entidade, e hoje preso, José Maria Marin, criou um “mimo” especial para os presidentes de Federação, como pode ser visto nesse link:

http://globoesporte.globo.com/blogs/especial-blog/bastidores-fc/post/cbf-confirma-mesada-para-presidentes-das-federacoes-estaduais.html

Exatamente. Além de tudo isso, ainda recebem 20 salarios mínimos para os presidentes gastarem como quiserem. Sem necessidade de comprovação.

Analisando a última DRE da CBF disponível no site, do ano de 2014, percebemos que o total desses repasses chegou a mais de 31 milhões de reais!!! Como podemos ver nas notas explicativas numero 16 do link abaixo:

http://cdn.cbf.com.br/content/201504/20150420222539_0.pdf

O Movimento Futebol Limpo defendemos que a CBF utilize o dinheiro que tem – mais de 500 milhões de reais por ano – com investimentos no futebol. Tanto nas categorias de Base quanto no futebol profissionais. A CBF poderia utilizar esse dinheiro também para criar centros de treinamento por todo o país como fez a Federação Alemã, para unificar o estilo de jogo e o futebol jogado por todo o Brasil, gerando assim empregos e dando sonhos para crianças carentes de norte a sul do país de forma igual.

Nós imaginamos que este seja o real intuito da entidade máxima do futebol de qualquer país. Então resolvemos analisar números de algumas Federações estaduais para ver se este objetivo está sendo alcançado, ou seja, será que o dinheiro repassado para as federações está sendo investido plenamente no futebol? Será que este repasse vai nos possibilitar, no futuro, grandes safras de bons jogadores como tínhamos no passado?

Abaixo está o link do balanço financeiro da Federação Matogrossense de Futebol, escolhida por acaso:

http://cdn.cbf.com.br/content/201508/20150805181734_0.pdf

Vemos logo na primeira página que ela recebeu 837 mil reais anuais e arrecadou no total pouco mais de 1,6 milhão de reais. No entanto, suas despesas administrativas chegaram ao total de R$ 859.000,00. Isto é, mais de 50% do dinheiro que entra nesta Federação é gasto com despesas administrativas.

Vamos pegar outro exemplo, que tal a Federação Paraense de Futebol, na qual o Coronel Nunes era presidente até o final do ano passado, antes de ser eleito presidente da CBF:

http://cdn.cbf.com.br/content/201504/20150429163540_0.pdf

Do total arrecadado de quase 2 milhões de reais, apenas R$ 691000,00 foi gasto com custos de campeonatos. Os outros 1,3 milhão de reais foram gastos com despesas de pessoal, administrativas, financeiras ou patrimoniais. Isto nos mostra que, do total, apenas 35% dos recursos foi gasto no core business da Federação, que deveriam ser os clubes e os campeonatos.

A partir dessa análise percebemos que as Federações não conseguem mais realizar o seu principal objetivo: difundir o futebol no seu estado, tentando fazer o melhor para os clubes afiliados.

A Conclusão que o Movimento Futebol Limpo chegou e, que agora divide com todos vocês, é que esse modelo já está esgotado. Ele só existe para perpetuar o poder. As Federações Estaduais, conforme demonstramos, gastam a maior parte dos repasses com despesas burocráticas e de administração e tem como principais objetivos:

  • Manter-se no poder pelo maior tempo possível;
  • Tentar manter o modelo e o presidente da CBF pelo maior tempo possível;
  • Tolher tentativas de clubes que tentem se rebelar.

 

Quaisquer dúvidas ou novos esclarecimentos entre em contato nos comentários do Blog Movimento Futebol Limpo, na nossa Fanpage, pelo Twitter ou mesmo por Email.
https://www.facebook.com/FutebolLimpo2016/?ref=ts&fref=ts
https://futebollimpo.wordpress.com/
https://twitter.com/Futebol_Limpo
futebol.limpo2016@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s